O Sindetur-SP enviou comunicado com algumas orientações para as agências que têm passageiros embarcando para os Estados Unidos, mas não estão conseguindo os vistos de entrada por conta dos problemas na emissão. Para evitar contratempos, o Sindetur-SP alerta a providenciar a documentação antes mesmo de adquirir a viagem, evitando prejuízos. “As agências de viagens são sempre as mais indicadas para orientar o consumidor a obter toda a documentação necessária para embarque antes de efetuar a compra do pacote ou passagem aérea”, explica o presidente do sindicato, Eduardo Nascimento. Confira, abaixo, a lista de orientações do Sindetur-SP:

1) As empresas aéreas cobram multa para remarcar a viagem, mas a agência na qual o pacote e/ou passagem foi adquirida pode auxiliar o cliente a recorrer da possível cobrança. É preciso ter em mãos o protocolo do consulado americano e anexá-lo ao pedido de remarcação ou reembolso da passagem;

2) A remarcação deve ser feita apenas uma única vez para evitar a cobrança de novas multas, cujo valor varia dependendo da empresa aérea. O melhor é aguardar a emissão do visto para então remarcar a viagem;

3) Não corra esse risco! O melhor é sempre planejar a viagem e providenciar toda a documentação com antecedência. Problemas técnicos como os ocorridos há alguns dias no serviço de vistos para os Estados Unidos são imprevisíveis. A emissão de passaportes também já sofreu atrasos provocados por falhas ou greve da Polícia Federal e já atrapalhou a viagem de muita gente.

 

 

fonte: www.panrotas.com.br