Os funcionários do metrô de Londres iniciaram na noite de ontem, dia 4, uma greve com duração de 48 horas. Segundo os sindicatos que conduzem a paralisação, o movimento tem o objetivo de protestar contra o projeto de corte de cerca de 750 vagas de trabalho como parte das ações para a automação da venda de passagens e fechamento de bilheterias.

Na manhã de hoje, diversas estações do sistema de trens subterrâneos da capital britânica permaneceram fechadas, dentre elas Piccadilly Circus, Leicester Square e Westminster, que é bastante procurada por turistas, pois está próxima a tradicionais pontos turístico do Reino Unido como o Big Ben e o Parlamento. Segundo o portal Estadão, três das 11 linhas de metrô da cidade estavam fechadas e as demais estavam com o serviço reduzido e sujeito a atrasos, porém cerca de 70% das estações estavam abertas.

Para a próxima semana, os funcionários do metrô londrino programam outra paralisação de 48 horas para o mesmo período, entre as noites de terça (11) e quinta-feira (13).

 

www.panrotas.com.br