Marrakesh é definitivamente uma das cidades do mundo em que é preciso ver para crer. Fora da Medina, é meio que uma Brasília do Oriente, em tons ocre e com arquitetura distinta, obviamente: longas quadras, avenidas enormes em muito bom estado, áreas separadas para os hotéis, para os shoppings e bairros residenciais. Percorri as avenidas Mohammed V e VI, com seus charmosos restaurantes, sorveterias e cafés. Cada praça do meu trajeto era um novo suspiro. Uma cidade que respira cultura e tradição, mas ao mesmo tempo tem todos os benefícios do mundo ocidental, com a diferença dos camelos e pôneis nas esquinas.

Aqui estão os programas que precisam estar no seu roteiro:

1. Comer com as mãos na Praça Jemaa El-Fna

Fica no centro da Medina, coração do Marrocos, ponto fervilhante da cultura local. Lugar de fortes emoções, onde tudo acontece. No fim da tarde começam a rufar os tambores chamando as pessoas, as barracas são montadas diariamente neste horário para servirem as comidas mais deliciosas e exóticas. Cores, fumaça, diversidade em todas as suas nuances. Contadores de histórias se apresentando, malabaristas, grupos de dançarinos (no Marrocos são os homens que dançam), encantadores de serpentes, macacos adestrados. O legal aí é sair dos condicionamentos ocidentais e se sentir livre para saborear a vida de outra maneira, nesta caldeira escaldante e borbulhante de cheiros e gostos indescritíveis.

Marrakesh1

Marrakesh2

2. Tirar mil fotos na casa do Yves Saint Laurent

É um dos pontos altos de Marrakesh e nem todo mundo vai. A casa estilista fica no bairro Guélis e é a residência mais estilosa e fashion do mundo, com um jardim imenso de cactus de todas as espécies possíveis, que se chama jardim Majorelle. Tons de azul e amarelo fazem de todas as fotos um primor. Fiquei imaginando tudo o que já rolou naquela casa em termos de festas, reuniões, encontros de gente louca, legal, surfando a crista da onda em termos do que a vida pode oferecer. Cada cantinho do lugar tem resquícios desta energia. A gente fica exaltado.

Marrakesh3

Marrakesh4

Marrakesh5

 

3. Pegar piscina ou comer no Sofitel Marrakech Palácio Imperial

Este foi um dos hotéis onde gravaram o último “Sex and the City”. Se você não tiver grana para se hospedar lá, ao menos visite os restaurantes perto da piscina, que é a coisa mais linda desse mundo, além de super bem frequentada.

Marrakesh6

4. Ver um por do sol na grande mesquita

O minarete da Koutoubia, a grande mesquita, é a grande referência. Nesse lugar nos sentimos no centro do mundo, Ocidente e Oriente se misturando em perfeita sintonia. Nesta hora, o muezim solta a voz enquanto os tons de laranja iluminam os sorrisos felizes de todos os espectadores, extasiados com o momento. Ninguém deveria morrer sem ver isso ao menos uma vez.

 

Marrakesh7

 

Marrakesh8

 

5. Perder-se completamente no souk da medina

De dia muitos palácios e madrassas para conhecer, a arte árabe no seu esplendor através do olhar marroquino. Artistas de extremo bom gosto e minuciosos em seu trabalho, transportando-nos para outro mundo. Luxo, beleza e sutileza. Enorme, linda, completa, tem de tudo que um turista gosta e quer. Lugar para se esparramar, negociar e fazer amigos, pois é negociando que se fazem amizades no Marrocos. Luminárias de bronze, joias de prata, ouro, objetos da África, tapetes, milhões de tapetes: dos berbéres, tuaregues, nômades…

Marrakesh9

fonte: www.nomadesdigitais.com.br