Fernanda Duarte, uma brasileira que vive no Dubai e tem algumas impressões bem interessantes sobre o país para compartilhar com a gente.

Morar fora do Brasil sempre é uma aventura. Deixar a nossa zona de conforto e se aventurar pelo mundo a fora exige uma boa dose de coragem e um certo desapego à vida como estamos acostumados. Conto aqui pra vocês as impressões mais gritantes e diferentes que encontrei no Oriente Médio, mais especificamente na cidade em que moro atualmente: Dubai.

1. Calçadas

Dubai foi construída literalmente no deserto, que é a paisagem natural dos Emirados Árabes Unidos. Durante o dia, é quase impossível caminhar ao ar livre, o ar é úmido e a temperatura chega a 50°C, por isso, é difícil encontrar calçadas pela cidade. A maioria das pessoas possuem carros e apenas alguns (poucos) se aventuram no calor.  Muitas vezes, para atravessar uma rua, é preciso chamar um táxi pela ausência da calçada, mas sua falta não proíbe a passagem dos pedestres. Um pequeno número deles se aventura no calor e na areia.

2. Metrô com divisão de sexos

Por ser um pais de religião islâmica, é muito comum encontrar academias, lojas, espaços e regiões onde somente as mulheres são bem-vindas – e isso inclui até o metrô. O ticket para a viagem não muda, mas sendo do sexo feminino, há um espaço restritamente reservado para você. As mulheres não são obrigadas a usá-lo, podendo optar por viajar em qualquer outro vagão, mas muitas utilizam este benefício.

3. Roupas conservadoras

Novamente, pela questão da religião, ao visitar shoppings e certos lugares públicos, encontramos avisos devidamente destacados pedindo que roupas respeitáveis sejam utilizadas. O tórax e os ombros precisam estar cobertos e qualquer saia ou short precisa estar na altura dos joelhos ou abaixo deles. Por Dubai ser uma cidade popular pela diversidade cultural, em lugares super movimentados e no centro da cidade, é mais fácil ver pessoas com roupas mais “ousadas”. O número aumenta tanto, comparado com outros lugares, que isto é ‘tolerado’ e acaba não havendo problemas.

[Dos quatro avisos neste cartaz, o primeiro pede o uso de "roupas respeitáveis" e o terceiro proíbe "beijos ou manifestações de afeto"]

[Dos quatro avisos neste cartaz, o primeiro pede o uso de “roupas respeitáveis” e o terceiro proíbe “beijos ou manifestações de afeto”]

4. Abayas e Dish dashs

Outro aspecto comum do local pela religião. Abayas e Dish dashs são roupas características de quem é adepto da religião islâmica e é extremamente normal encontrar mulheres desfilando suas Abayas ao lado dos maridos que utilizam as Dish dashs. Cada um decide o estilo e a forma como vai usar. Algumas mulheres cobrem os cabelos enquanto outras os deixam soltos ou utilizam a burca (quando somente os olhos ficam descobertos) e encontramos até aquelas totalmente cobertas. Tudo é válido no mundo moderno.

Duabi7

5. Táxi (até dentro do shopping!)

Pela abundância de petróleo na região, a gasolina é muito barata, e consequentemente, os táxis também são. Apesar dos transportes públicos funcionarem perfeitamente (e inclusive as paradas de ônibus serem climatizadas), todos utilizamos táxis para ir de um local ao outro. A corrida geralmente é bem rápida e o preço nunca sai muito alto. Os táxis são tão populares que até mesmo dentro dos shoppings (principalmente do Dubai Mall, o maior shopping do mundo) você pode pagar 20 AED (em torno de R$12) para que um táxi interno venha buscá-lo e levá-lo a outro local.

 

Dubai2

 

6. Dinheiro em grande quantidade na carteira

No Brasil, o hábito de não guardar grande quantidade de dinheiro na carteira é muito comum até pela insegurança de ser roubado. Quando morava no Brasil, se eu tivesse R$ 50, já era muito! Aqui em Dubai, aprendi a sempre ter dinheiro comigo pelo fato de certos lugares ainda não aceitarem cartão. As praças de alimentação em shoppings, por exemplo, só aceitam que o pagamento seja feito em dinheiro.

7. Vida indoors

Pelo fato de a temperatura ser muito alta devido ao clima natural do deserto, as atividades ao ar livre são restringidas ao inverno, quando a temperatura está mais amena. Durante as outras estações do ano, todas as atividades são indoors, ou seja, dentro de shoppings, prédios comerciais, etc. Com exceção dos parques aquáticos – que funcionam praticamente 24h/7 -, as pessoas passam do metrô ao prédio, do táxi ao shopping, do supermercado ao carro. Tudo dentro do bom e velho ar condicionado. No verão, ainda é possível observar alguns aventureiros pelas ruas à noite, quando a temperatura é mais ‘leve’ e chega aos 36°C, mas o número de pessoas diminui em 70%.

Dubai3

8. Ambiente multicultural

80% da população de Dubai é formada por estrangeiros. Comparados aos 20% restantes para locais, é compreensível que você escute línguas diferentes e veja pessoas distintas, com estilos completamente contemporâneos e peculiares, pelos grandes prédios e por toda a cidade em si. A população de estrangeiros é tão grande que, embora a primeira língua de Dubai seja árabe, é quase impossível se comunicar com todos se você não falar inglês, pois as pessoas que trabalham em supermercados, táxis, lojas e afins são a maioria do exterior, e não falam árabe. Sinais, placas de trânsito, artigos pra casa, como comida ou objetos, são todos encontrados em inglês, juntamente com o árabe. Às vezes, somente em inglês!

Dubai5

 

9. Paraísos artificiais

A paisagem deserta de Dubai não ajudava muito na hora de procurar um lugar pra escapar do calor e da areia. A solução? Parques, ilhas e praias artificiais! Jardins verdes, repletos de árvores, flores e cheiro de grama molhada, bem como uma diversidade de praias e parques temáticos. A ilha The Palm é a mais conhecida e famosa por ter um formato de palmeira quando vista de cima, mas o Miracle Garden também não deixa a desejar. Parque ‘natural’, recheado de flores que criam diversos caminhos e desenhos incríveis. Dentro do Mall of Emirates (outro shopping) ainda é possível encontrar a maior pista de esqui indoors!

Duabi6

 

10. Álcool e vida noturna

Outra grande diferença do nosso país para cá é que as festas, pubs e bares só funcionam até as 3h da manhã. E a regra é clara: 3h a festa acaba, ligam as luzes e o pessoal tem de ir embora. Pelo horário relativamente cedo de encerrarem, as ‘after parties’ são muito famosas, mas para participar de uma, você precisa ser convidado ou conhecer alguém que está patenteando a festa. A maioridade em Dubai é aos 21 anos e, dentro destes locais, o álcool é consumido normalmente, mas se você quiser comprar uma garrafa de vinho, champagne ou cerveja, precisa tirar uma licença que é paga e fornecida para você nas próprias lojas onde o álcool é vendido. Portar álcool sem ter a licença pode resultar em multa e cadeia.

fonte: www.nomadesdigitais.com